MUSICOTERAPIA

Coordenação

Zoya Alves Maia possui mestrado em Música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007), graduação em Música - Bacharelado pela Universidade Estácio de Sá (1997), graduação em Licenciatura Plena em Educação Artística – Habilitação em Música pelo Conservatório Brasileiro de Música (2003). Atualmente é coordenadora dos cursos de graduação do Conservatório Brasileiro de Música - Centro Universitário Brasileiro de Educação (CBM-UNICBE). Ocupa o cargo de Professor I na Prefeitura do Rio de Janeiro na Escola Municipal Campo dos Afonsos.

Justificativa

A graduação em Musicoterapia do CBM-CEU, primeira do Brasil e única do Estado do RJ, existe há 40 anos. A complexidade da vida contemporânea, incluindo desafios na saúde, educação, cultura, assistência social, exigem soluções inovadoras para os problemas emergentes. A musicoterapia, como disciplina jovem que une, de maneira interdisciplinar, a saúde, a cultura e a educação, torna-se campo importantíssimo no enfretamento da realidade atual. A atualidade impõe uma subjetivação que percorre caminhos tão diversos tanto a velocidade das inovações sonoras incluídas nos jogos e parafernálias eletrônicas, quanto os sons acústicos e as canções ouvidas nos rádios e nos concertos. A musicoterapia, com sua capacidade de incluir em sua prática a diversidade sonora e cultural de quem assiste, vem se mostrando uma carreira capaz de lidar e contribuir com o andamento de diversos projetos humanos. A justificativa social da formação de musicoterapeutas deve-se ao cabedal de conhecimento e pesquisa fomentados e desenvolvidos neste curso que contribui ao campo da saúde, promoção de saúde e outros dispositivos de interação social, como reinserção de portadores de déficits, transtornos físicos e mentais, na educação inclusiva, na aceitação das diferenças na sociedade, na prevenção de doenças e no tratamento de patologias já instauradas. Constata-se uma grande abertura no mercado de trabalho brasileiro, por exemplo, no campo da reabilitação neurológica, oncologia, educação especial, problemas psicossociais e saúde mental, onde musicoterapeutas exercem não só a prática clínica como também ocupam cargos de gestores. Os graduados em Musicoterapia atuam profissionalmente em um campo diversificado e cada vez mais complexo. O mercado de trabalho atual emprega musicoterapeutas na iniciativa privada, no Terceiro Setor, no Sistema Único de Saúde e no Sistema Único de Assistência Social. Pesquisa realizada pela Associação de Musicoterapia do Estado do Rio de Janeiro em 2010 (http://amtrj.com.br), constata que 68% dos profissionais entrevistados estavam atuando como musicoterapeutas. 40% eram autônomos, 23% concursados e 20% trabalhavam em regime de CLT. 41% possuem mais de um emprego.39% trabalhavam em INSTITUIÇÃO PÚBLICA, 26% dos musicoterapeutas trabalhavam em INSTITUIÇÃO PRIVADA, e 13% em ATENDIMENTO DOMICILIAR, 10% em CONSULTÓRIO PARTICULAR, 9% na CLÍNICA ESCOLA, 3% em COMUNIDADE e 1% em INSTITUIÇÃO FILANTRÓPICA. A principal área de atuação dos musicoterapeutas no Rio de Janeiro foi apontada nessa pesquisa como a Saúde Mental com 36% de profissionais aí atuando. Em seguida reabilitação motora: 16%, Docência, supervisão e gestão: 13%, Deficiência mental 11%, Geriatria 10%, Neuróticos 5%, Cuidados paliativos 3%. A pesquisa apontou o trabalho em NOVAS ÁREAS DE ATUAÇÃO, tais como atendendo à doentes renais, pessoas soropositivas e na área da saúde da família.

Processo Seletivo

Nesta forma de ingresso, o candidato fará as provas estabelecidas, constantes do Edital. Para se inscrever, o candidato deverá ter concluído o Ensino Médio (ou equivalente). A inscrição pode ser feita pela internet (www.cbmmusica.edu.br) ou na sede do CBM-UniCBE. A comprovação de conclusão do ensino médio deverá, obrigatoriamente, ser apresentada no ato da matrícula, juntamente com o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais, devidamente assinado.

Transferências

Passagem do vínculo do estudante regular de uma Instituição de Ensino para o CBM-UniCBE, com a finalidade de prosseguimento de estudos no mesmo curso de origem. O interessado deverá acessar o site do CBM-UniCBE (www.cbmmusica.edu.br), em Downloads, Edital, Transferência Externa, e verificar a solicitação da documentação necessária para deferimento da transferência. Aguardar o deferimento, pelo Coordenador do Curso, que ocorrerá após estudo curricular, obedecendo-se ao controle de vagas por curso. No ato da matrícula, o candidato deverá assinar o Contrato de Prestação de Serviços Educacionais.

Obs.: O processo de transferência entre IES está sujeito à análise da documentação apresentada, nos termos da legislação e das normas vigentes.

Transferência para outras instituições de Ensino Superior

Passagem do vínculo do estudante regular do CBM-UniCBE para outra Instituição de Ensino Superior, com a finalidade de prosseguimento de estudos no mesmo curso de origem. O aluno deverá preencher requerimento na secretaria do CBM-UniCBE, solicitando o histórico e conteúdo programático das disciplinas cursadas.

Ao solicitar a documentação necessária, o aluno deverá trancar sua matrícula automaticamente, para não caracterizar abandono de curso. A solicitação de Transferência Externa para outra IES não exime o aluno da responsabilidade pelo pagamento das mensalidades vencidas até o dia da solicitação.

Transferência Interna

Passagem do vínculo do estudante regularmente matriculado de um curso para outro dentro do CBM-UniCBE, respeitando o prazo de integralização curricular. O aluno deverá preencher requerimento na secretaria do CBM-UniCBE, solicitando a transferência e análise curricular, sujeita a aprovação da coordenação, podendo ou não o aluno ser submetido a provas de adequação ao novo curso pleiteado.

O Ensino Médio Completo é pré-requisito para o ingresso no curso

Duração

4 anos

Investimentos

Consulte os preços na Central de Matrículas pelo telefone (21) 3478-7600.

Local da Oferta

Avenida Graça Aranha, nº. 57, 12º andar, Castelo, Rio de Janeiro, RJ.

Referência: Metrô - Estação Cinelândia, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Biblioteca Nacional, FUNART, Ministério do Trabalho e Vale.

Turnos

Manhã e Noite

Documentação

Cópias de:

  • Carteira de Identidade;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Certidão de Registro Civil (nascimento, casamento, separação judicial ou divórcio);
  • Diploma de curso superior de graduação (ou de curso equivalente);
  • Histórico Acadêmico de curso superior de graduação;
  • Título de Eleitor;
  • Comprovação de Situação Militar (se for o caso);
  • Comprovante de Residência;
  • 1 foto 3x4 (recente);

Observação: O(a) candidato(a) deverá apresentar a documentação, obrigatoriamente, no ato da matrícula.

Considerações Finais

  1. Vagas limitadas.
  2. A realização do curso está sujeita à quantidade mínima de matrículas.